BBP7OeKPlaza de Bolívar
A nada menos que 2600 metros de altitude se encontra a capital da Colômbia, Bogotá, fundada por um conquistador espanhol em 1538. Além de centro econômico e político do país, a cidade é um polo cultural e ainda hoje conta em suas ruas histórias que começaram muito antes da chegada dos europeus. A boa gastronomia e a diversidade e receptividade de seu povo só somam aos motivos para conhecê-la. Para te ajudar a planejar a sua viagem para esse país incrível, o Guia da Semana listou 10 lugares que você não pode deixar de visitar na capital. Confira:

A Praça Bolívar é o coração da capital colombiana, já foi chamada de Plaza Mayor e de Plaza de la Constituición, mas desde 1846, quando uma estátua de Simón Bolívar esculpida pelo italiano Pietro Tenerani foi colocada ali, leva este nome. O primeiro prédio a ser construído ali foi uma catedral primitiva, em 1539, mas ela já não existe. O que você pode, sim, encontrar lá hoje são o fascinante Palácio da Justiça, o Palacio Liévano, sede da prefeitura da cidade, o Capitólio Nacional, sede do congresso, e a Catedral Primada de Colombia, de estilo neoclássico, completa em 1823, sendo, portanto, o prédio mais antigo do local. Faça questão de começar seu passeio por lá, para depois partir para a exploração da cidade.

Cerro de Monserrate
No meio da capital colombiana fica o famoso morro de Monserrate, um dos principais pontos turísticos da cidade. Com mais de três mil metros de altitude, é possível chegar ao topo a pé, de teleférico – que garante uma bela vista -, ou de funicular, um trenzinho que corta caminho através de túneis. Lá em cima, você pode conferir uma bela vista de Bogotá, almoçar em um dos dois restaurantes disponíveis, visitar a importante Basílica Santuario del Señor Caído de Monserrate ou tomar um café.

La Candelaria
La Candelaria, como é conhecido o centro histórico e cultural de Bogotá, garante uma tarde de passeio incrível. Saindo da Plaza Bolívar, ponha-se a explorar as ruas da região e certamente não vai se arrepender. Seus principais atrativos incluem igrejas peculiares, arquitetura da era colonial e casas coloridas, museus, bibliotecas, arte de rua, restaurantes e universidades – reserve bastante tempo para este passeio.

Museo Botero
No coração de La Candelaria, você encontra o Museu Botero. Seu nome é homenagem ao mais famoso dos artistas colombianos, Fernando Botero, conhecido por suas pinturas com figuras rotundas e estética inconfundível. Além de mais de 100 trabalhos do artista, também estão dispostas 85 obras de sua coleção particular, que inclui quadros de Picasso, Matisse, Monet e Klimt, por exemplo.

Museo del Oro
O mais famoso dos museus colombianos e um dos mais populares na América do Sul, o Museu do Ouro, como o nome sugere, contém mais de 55 mil peças de ouro e outros materiais de diversos povos que viveram na Colômbia antes da chegada dos espanhóis. É a maior exposição de artigos de ouro do mundo – e você vai precisar de algumas boas horas para conseguir apreciar tudo.

Zipaquirá
Zipaquirá é, na verdade, outro município, mas é um popular destino de bate-e-volta de Bogotá, a apenas 48km de distância. Isso porque guarda uma das maiores minas de sal do planeta e, entre elas, a famosa Catedral de Sal, um templo religioso construído dentro da mina, em 1995. A obra, de Roswell Garavito Pearl, faz parte do Parque de la Sal, um espaço cultural temático que conta também com museus e outros atrativos.

Torre Colpatria
A Torre Colpatria é o arranha-céu mais alto do país, com 196m de altura. Apesar de estar localizada no bairro financeiro da capital, recebe muitos turistas por conta de seu mirante no 50º andar. De lá, é possível ter uma espetacular vista panorâmica de Bogotá e admirar de uma só vez diversos dos mais importantes pontos turísticos da cidade. Por fora, a torre também chama atenção, pois costuma estar completamente iluminada por LEDs durante a noite.

Laguna de Guatavita
Durante muito tempo as pessoas acreditaram que a Lagunda de Guatavita era o segredo para encontrar a famosa cidade dourada de El Dorado e serviu de lugar sagrado para o povo Muisca que viveu ali e afundava peças de ouro na água em oferenda aos deuses. A 50km da capital, hoje é um belo destino para se visitar e o povoado ali ao lado, de mesmo nome, merece um breve passeio, pois está cheio de casinhas brancas coloniais, um museu e bons restaurantes.

Jardín Botánico de Bogotá
Como muitas das grandes cidades ao redor do mundo, Bogotá tem um jardim botânico imperdível. O jardim é o maior e o mais diverso da Colômbia e conta com cerca de 130 mil espécimes, de todas as regiões e climas do país. O lugar é particularmente popular por conta de suas orquídeas e certamente vai fazer você se esquecer de que está em um grande centro urbano.

Usaquén
No extremo noroeste da capital colombiana você encontra o peculiar bairro de Usaquén, onde arquitetura colonial se mistura a prédios modernos. O lugar nasceu como um povoado independente e até hoje se parece com uma vila à parte. Lojinhas bagunçadas, mercados de rua cheios de tudo o que você pode imaginar, autênticos restaurantes, bares e pessoas contando histórias na rua fazem desse um destino imperdível para quem visita a capital colombiana.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA