BBPww92A Rota 66 é um patrimônio histórico dos Estados Unidos. Inaugurada em 1928, a estrada esteve em funcionamento até 1985, quando foi substituída por vias mais modernas e seguras. Porém, “a mãe das estradas” se tornou um símbolo do país e continua viva para os amantes e turistas. Os anos de ouro da estrada foram a década de 50 e até hoje ela preserva este aspecto.

A estrada vai de Chicago até Los Angeles, com 3.842 km de extensão. Ela cruza oito estados e passa por três fusos horários diferentes. A rodovia guarda algumas curiosidades: o primeiro McDonald’s da história surgiu lá, assim como o primeiro motel do mundo. É muito comum aventureiros alugarem trailers e fazerem uma espécie de motor home onde é possível dormir na estrada sem gastar tanto com hospedagem.

Para te inspirar nessa aventura, o Guia da Semana preparou um roteiro com paradas obrigatórias para quem pretende percorrer a Rota 66, nos Estados Unidos:

É o começo da Rota 66, e nada melhor do que iniciar o trajeto com o pé direito, conhecendo uma das três maiores cidades dos Estados Unidos. O Millennium Park é uma das paradas obrigatórias da cidade e é lá que fica o famoso The Bean ou Cloud Gate, obra de arte que impressiona por sua grandiosidade e formato. Como é de se esperar, turistas do mundo todo vão até lá para conseguir uma boa fotografia do espaço, por isso, a dica é ir cedinho e aproveitar o parque mais vazio.

SAINT LOUIS, MISSOURI
A próxima parada é o estado do Missouri e a principal atração de lá é a cidade de Saint Louis. O destino é muito visitado, já que é conhecido como a porta de entrada para o Velho Oeste Americano. Dessa forma, o jazz e o blues são parte da cultura, sem contar a sua culinária focada no tradicional “barbecue”. O cartão-postal de lá é a Chain of Rock Bridges, ponte que corta o Rio Mississippi.

AMARILLO, TEXAS
Amarillo, no Texas, apresenta um pedaço do Velho Oeste aos turistas que passam pela Rota 66. É que a cidade, datada de 1540, já foi conhecida como um dos maiores centros de comercialização de gado dos Estados Unidos e hoje ainda guarda traços dessa antiga cultura. O Cadillac Ranch é um dos passeios imperdíveis por lá: dez Cadillacs estão enterrados de “nariz” para o chão no meio do deserto.

GRAND CANYON, ARIZONA
Um dos lugares mais famosos da Rota 66 é o Grand Canyon, um dos principais cartões-postais dos Estados Unidos. Ocupando uma posição na lista das Sete Maravilhas Naturais do mundo, o lugar abrange nada menos do que 446 quilômetros de comprimento e uma profundidade de 1,8 quilômetro. Até hoje, parte da área é habitada por índios, que têm assentamentos em algumas cavernas. O parque está aberto para visitação e você pode facilmente passar um dia inteiro conhecendo as suas atrações.

CALICO GHOST TOWN, CALIFÓRNIA
Calico Ghost Town é uma daquelas surpresas que se encontra ao ir em direção a Los Angeles. Passando pelo Deserto de Mojave está uma tradicional cidade turística de Velho Oeste, onde é possível encontrar restaurantes, lojas e museus inspirados na cultura local. Calico foi, no passado, uma cidade com vida própria, mas seus habitantes a abandonaram e, aos poucos, ela virou uma cidade fantasma. Vale a visita!

SANTA MÔNICA, CALIFÓRNIA
O final da Rota 66 está em uma das cidades litorâneas mais famosas da Califórnia: Santa Mônica. Seu pier, local onde se encontra um parque de diversões, abriga uma plaquinha indicando o final do roteiro. Estando por lá, não deixe de aproveitar o clima praiano com ares joviais. A cidade é a pedida certa para conhecer gente nova e descobrir lugares inusitados.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA