BBPXtmEUm grande erro que a maioria dos turistas comete é ver o tamanho da Alemanha no mapa e pensar que é mais um pequeno país europeu, que se pode percorrer facilmente com os excelentes meios de transporte do Velho Continente e para o qual basta reservar três ou quatro dias do seu giro pela Europa. Muita gente, aliás, não vai além de Berlim. Em primeiro lugar, não é um país tão pequeno assim, embora não se possa comparar com as dimensões continentais do Brasil. Em segundo lugar, há tanta diversidade para ver por lá que é difícil pensar em passar menos de 15 dias viajando pelo país. Nada descreve melhor um roteiro na Alemanha do que o texto de abertura do Guia Lonely Planet: ‘uma montanha-russa de festas, guloseimas e tentações ao embarcar na paisagem comovente, na cultura empolgante, nas belezas das cidades grandes, nos palácios românticos e nas vilas típicas’.

Em terceiro lugar, NÓS MESMOS já cometemos esse erro e saímos do país com a horrível sensação de que muita coisa boa havia ficado para trás. Por isso, elaboramos uma sugestão de roteiro na Alemanha de nove dias de viagem. Não são 15, mas com certeza já é tempo suficiente para conhecer algumas das principais atrações do país. Afinal, somos realistas e sabemos que quem vai de férias à Europa quer aproveitar para conhecer mais lugares, e não apenas um só. Este roteiro na Alemanha começa na capital, Berlim, como não poderia deixar de ser. Sugerimos dois dias intensos de passeios quase todos a pé para que você possa imergir nesta metrópole cosmopolita e animada. Berlim pode não ser tão bonita quanto Paris ou Roma, mas que com certeza tem muita história para contar. Basta lembrar que em suas ruas se desenrolaram alguns dos episódios mais marcantes da história moderna, como o Muro de Berlim e o Holocausto.

Depois, seguimos viagem para o sul, rumo à famosa Rota Romântica. Serão quatro dias percorrendo uma Alemanha totalmente diferente, recheada de casinhas coloridas de madeira com telhados de neve, vinhedos, rios, vales verdejantes, vilarejos medievais autênticos e alguns dos castelos mais lindos do mundo. Por fim, encerramos a viagem com um dia e meio de passeio em Munique. Afinal, nenhum roteiro na Alemanha estaria completo sem uma visita à capital mundial da cerveja! E nem precisa viajar na época da Oktoberfest – o festival anual da bebida que, apesar do nome, ocorre no fim de setembro – para se deliciar com canecões de litro servidos generosamente com loira (não tão) gelada. Nos ‘biergartens’, os jardins da cerveja, é festa quase todos os dias – menos no inverno – e você pode provar não só a bebida, como também a deliciosa culinária típica da Baviera. Tudo cercado pela interessante mescla de vila medieval do interior com grande cidade moderna que é Munique.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA