A violência contra a mulher é um assunto muito sério e delicado no Brasil, prova disso é um levantamento feito pelo G1, que aponta que 12 mulheres em média são assassinadas diariamente no Brasil, considerando dados oficiais dos estados brasileiros relativos a 2017.

Tendo em mente esse triste cenário, faz muito sentido falar sobre o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra a Mulher, celebrado anualmente em 25 de novembro. A data denuncia a violência contra a mulher ao redor do globo e exige tomada de decisões no que se refere a políticas públicas em todos os países para a erradicação do problema.

E aí é que fica a pergunta, como podemos contribuir para isso? Listamos aqui 4 atitudes que, se adotadas, podem fazer a maior diferença. Quer saber quais são? Então vamos lá!
1 – Em briga de marido e mulher se mete a colher, sim;

É muito importante que, se você tiver conhecimento de algum caso de abuso emocional ou físico contra uma mulher, que ofereça ajuda ou denuncie. Ficar calada (o) pode significar, em algum momento, uma triste morte a mais para o número levantado de casos diários de feminicídio no país.

2 – Empodere uma mulher;

Trazer palavras de empoderamento para as mulheres que você conhece pode mudar uma história. Uma mulher consciente de seus direitos e poderes pode ter a oportunidade de se livrar de uma situação abusiva.

3 – Tire o machismo do seu vocabulário e das suas atitudes;

Tirar frases e atitudes machistas do seu dia a dia é uma atitude muito eficiente para evitar a perpetuação do machismo, causador dos casos de violência contra a mulher. Faça a sua parte e não se esqueça de que ações que parecem pequenas, quando multiplicadas e passadas para frente, podem se tornar gigantescas.

4 – Seja empática

Se colocar no lugar de outras pessoas pode ser um primeiro passo muito importante para refletir sobre o que mulheres vítimas de violência doméstica passam. As mulheres em especial devem defender umas as outras, é muito importante a união nesses casos, portanto, seja solidária e encoraje outras mulheres a se abrirem sobre os seus problemas relacionados a violência contra a mulher. Essa atitude pode levar uma mulher a buscar ajuda antes que seja tarde demais. Homens também podem oferecer suporte a essas mulheres.

Através de pequenos atos como estes é possível trabalhar paliativamente contra a eliminação da violência contra a mulher. Aproveite esse dia 25 para refletir sobre como você pode fazer a sua parte para contribuir contra a erradicação desse tipo de violência. É importante lembrar que tanto homens quanto mulheres podem e devem se engajar nessa causa, que é um problema da sociedade em seu todo. Não podemos desistir, vamos, portanto, caminhar juntos!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA