Ciprestes simétricos, castelos, vilas de pedra, igrejinhas no alto de colinas… A Toscana está carregada de clichês de encher os olhos e uma viagem de carro passa invariavelmente por muitos deles.

A linda vilinha de San Quirico d’Orcia: estratégica para pegar a estrada ao amanhecer

Há, entretanto, um cantinho nem tão óbvio assim que reúne alguns dos mais cênicos num trecho bem curtinho. Para começar, guarde este nome: San Quirico d’Orcia. Dona de menos de 3 mil felizardos habitantes, a cidadezinha é uma pérola. Poucas ruelas, predinhos de pedra com janelas em tons pastel, lojas fofas, uma igreja imponente, bons restaurantes.

Precisar nem precisava, mas ela tem ainda uma característica fundamental: uma localização ainda estratégica para pegar a tal estradinha. E como o melhor horário para as fotografias é ao nascer do sol, nada como passar a noite por aqui para se esbaldar.

Pienza, na outra ponta da SP-146: joias fora do óbvio

Aos fatos. Se quiser aquelas fotos lindas, com direito a bruma, coloque o despertador para 6h da manhã. Deixe o café da manhã para a volta e pegue logo o carro. O nome da estradinha é SP-146 e ela serpenteia por míseros 10 quilômetros em direção a outra joia local: Pienza.

Vá com atenção olhando para os dois lados. Saindo de San Quirico, a primeira atração está do lado esquerdo da estrada, a cerca de um quilômetro de distância. É esta casa de sonhos:

–

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA