$Para quem não conseguiu se manter saudável durante as festas de fim de ano ou ceia de Natal, keep calm: com algumas mudanças no cardápio, dá para apostar na detoxificação do corpo para recuperar o bem-estar, regular o organismo e eliminar toxinas e outras substâncias prejudiciais à saúde. As dicas são da nutricionista Luciana Harfenist, especializada em Nutrição Funcional Esportiva, que ainda listou algumas receitinhas de chás detox para você fazer em casa. Confira!

1 – Evite a farinha refinada
Segundo a nutricionista, a farinha refinada, que é encontrada em doces, pães e massas, deve ser abolida do cardápio. “Opte por farinhas integrais sem glúten ou farinhas especiais como as de amêndoas, castanhas e coco. O pão do café da manhã pode ser substituído por uma fruta e ovo mexido com ervas e especiarias”, sugere.

2 – Reduza o consumo de carnes vermelhas
Outra dica é substituir as carnes vermelhas por ovos orgânicos e peixes grelhados ou assados, mas ainda com ressalvas. “Prefira os menos gordurosos e, consequentemente, menos calóricos, como tilápia, linguado, badejo, pescada, merluza e namorado, e evite os mais gordurosos, como salmão, sardinha, atum, bagre, anchova e cavala”.

3 – Capriche na salada!
Na fase de detox, a alimentação deve incluir vegetais e hortaliças. “Principalmente as ricas em glicosinolatos, sulforafano e indol-3-carbinol, que são compostos bioativos presentes nas brássicas, como repolho roxo, brócolis, couve flor, couve de bruxelas e couve manteiga, e auxiliam na detoxificação hepática”, indica a nutricionista. E atenção: a dica é que esses alimentos sejam orgânicos, já que os agrotóxicos podem intoxicar o organismo com substâncias nocivas.

4 – Coma 3 tipos de frutas diferentes por dia
Para fazer o detox e manter o corpo saudável, a dica é consumir 3 frutas orgânicas por dia, sempre in natura e sem exagero nas quantidades! “As fibras são importantes para a saúde intestinal, além de promover saciedade prolongada e reduzir o impacto glicêmico da frutose”. Segundo ela, as frutas da época, como abacaxi, melancia, melão, manga e pêssego, possuem maior quantidade de vitaminas, minerais e antioxidantes.

5 – Adicione proteínas vegetais ao cardápio
Uma alimentação vegana é fundamental para o período de detox. “Quando consumidos de forma equilibrada, os cereais, as leguminosas e os cogumelos garantem as necessidades do organismo”, afirma a nutricionista. “São bem-vindos no cardápio a lentilha, o feijão preto, a quinoa, o cogumelo shitake, o amendoim, o queijo tofu e a alga spirulina”, recomenda.

6 – Use e abuse de água e chás
Por último, mas não menos importante, hidratar-se é essencial para melhorar a retenção de líquidos, que provoca desconforto e a distensão abdominal, além de facilitar a excreção dos resíduos produzidos na detoxificação hepática. “Para calcular a quantidade necessária de água, multiplique seu peso por 40mL. Para reforçar a hidratação, invista também em chás e infusões indicados pelo seu nutricionista, que vão potencializar o detox e reduzir o inchaço”. Algumas opções de chás, segundo Luciana, são o chá de hibisco, alcachofra e dente de leão; suchá de maçã com chá verde e canela; e suchá de morango com chá de hortelã.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA