3022592-estilo-anos-80-de-volta-a-moda-cabelos-950x0-2Algumas das grifes mais importantes do mundo, como a Louis Vuitton, a Dior , a Chanel e a Prada, desfilaram suas coleções Cruise 2020 nos últimos dias. Entre as tendências (as marcas têm estilos bem diferentes entre si) destacam-se elementos que vêm lá dos anos 80. Mencionamos por aqui um retorno da modelagem balonê e das mangas bufantes. Um verdadeiro revival da Barbie 80s. Mas a moda também dá sinais de retorno nos elementos da beauté, como os cabelos, que vêm ganhando mais volume temporada após temporada, e a maquiagem, que anda cada vez mais vibrante e marcada. Confira os highlights.

FRIZZ NO CABELO NÃO É MAIS TÃO TEMIDO
Rolou esta semana o desfile da coleção Cruise 2020 da Louis Vuitton. Ambientado no aeroporto JFK, em Nova York, a grife homenageou os anos 80 na cidade e trouxe elementos muito típicos da década. Quem tem mais de 30 anos deve se lembrar de quando a moda era o cabelo volumoso, e que, ao invés de alisar, as pessoas iam ao salão para enrolar as madeixas. O hoje tão temido frizz voltou a ser amigo da mulher, como mostra a beleza da marca. Estão em alta ainda os topetes e o volume no topo da cabeça assim, como a franja desconexa. Os cabelos do momento são bem menos rígidos que os de poucos anos atrás e valorizam um pouco mais a beleza natural da mulher.

BLUSH CARTÃO E MAKE MARCADA
Esqueça a make natural, na pegada dos anos 80, a maquiagem é aparente, bem marcada mesmo, feita para aparecer. Para apostar, vale escolher um tom vibrante de blush e aplicá-lo nas têmporas, quase em torno dos olhos com um traço mais geométrico. O “blush cartão”. Outro aspecto do make desta época é a ausência de medo de ousar. Olho tudo + boca tudo é absolutamente permitido dentro dessa estética. Veja, por exemplo, a beleza do desfile da Louis Vuitton cruise collection 2020. A marca apostou no combo completo, de blush + olho marcado + boca bem vermelha. Para uma maquiagem anos 80, vale deixar de lado o batom matte e apostar em efeitos glossy ou mesmo cintilante.

IMAGEM DE UMA MULHER FORTE
A make mais marcada e as modelagens mais rígidas são tônicas da moda na década de 80 e não por acaso. Além da beleza, a roupa com estilo 80s tem, também, uma pegada mais construída, com ombros marcados e cintura bem ajustada, além dos volumes exagerados. Tudo isso tem a ver com a emancipação feminina e com o sucesso da mulher no mercado de trabalho. As mulheres pretendiam, naquela década, marcar presença também através da roupa, por isso os shapes mais “duros”. A trend das roupas mais construídas costuma gerar alguns narizes torcidos entre as fashionistas. É que como o Brasil é um país tropical, o público costuma ter mais apego às peças fluidas e sensação de conforto na roupa, coisa que a trend anos 80 não traz muito. Por outro lado, é o corpo da brasileira (com quadril largo e cintura fina) o mais privilegiado pelos volumes estratégicos (especialmente nos ombros, o que equilibra os quadris) e pela cintura marcada. Por isso, vale a pena deixar os preconceitos de lado para apostar nesses looks. Além disso, os ombros marcados trazem uma ideia de poder à mulher, que, literalmente, ganha corpo ao usar o estilo!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA