A Hughes do Brasil, uma subsidiária da Hughes Network Systems LCC (HUGHES), líder mundial em redes e serviços de internet banda larga via satélite, apoia o rally Sertões 2019, uma das principais competições automobilísticas no Brasil. A companhia fornecerá internet banda larga para todo o evento pela primeira vez, de modo a oferecer serviços para as equipes competidoras desde o ponto de largada em Campo Grande (MS) até a chegada, em Aquiraz (CE), passando por 40 cidades em 7 Estados.

Além de ter acesso facilitado a informações, a competição passará a contar com uma cobertura mais factual com a internet via satélite. “Teremos acessos à internet instalados nos principais pontos indicados pela organização dos Sertões para transmitir, via internet, flashes ao vivo do evento”, afirma Humberto Grote, diretor de Marketing e Vendas da Hughes no Brasil. “Nossa solução é uma internet fixa via satélite, por isso conseguimos atingir locais no sertão aonde as outras tecnologias não chegam.”

Internet no sertão – A Hughes vê esse apoio como uma forma de demonstrar na prática que a internet via satélite chega a todos os cantos do País, até mesmo ao sertão. “Grande parte da população brasileira ainda não tem acesso à internet em suas residências, especialmente na área rural e localidades de difícil acesso. A Hughes consegue suprir essa necessidade e atender localidades remotas por ser via satélite: basta que um técnico vá até a casa do cliente, instale uma antena, um modem, e, pronto, o cliente terá acesso à internet”, explica Grote.

Para Mario Andrada, diretor de Comunicação da Sertões, o uso da internet via satélite da Hughes, além de ajudar na organização da competição, possibilita um vínculo maior com os fãs da prova. “No mundo de hoje conexões são muitas vezes mais importantes do que água e oxigênio. O trabalho da Hughes com o Sertões nos permite garantir a conexão entre o que acontece na prova e milhões de pessoas interessadas em acompanhar de longe o maior rally das Américas”, ressalta Andrada. “Junto com os técnicos da Hughes e a tecnologia que a empresa desenvolve, conseguimos levar o público para percorrer com os pilotos os 4.800 km de trajeto.”

A programação

Etapa 1: Campo Grande (MS)/Costa Rica (MS): 487 km

Etapa 2: Costa Rica (MS)/Barra do Garças (MT): 639 km

Etapa 3: Barra do Garças (MT)/São Miguel do Araguaia (GO): 727 km

Etapa 4: São Miguel do Araguaia (GO)/Porto Nacional (TO): 571 km

Etapa 5: Porto Nacional (TO)/São Félix do Tocantins (TO): 435 km

Etapa 6: São Félix do Tocantins (TO)/Bom Jesus (PI): 542 km

Etapa 7: Bom Jesus (PI)/Crateús (CE): 938 km

Etapa 8: Crateús (CE)/Aquiraz (CE): 405 km

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA