A temperatura é superior a 23°C e há sol intenso nas Ilhas das Bahamas, mas sem dúvida é o Junkanoo que realmente potencializa o calor. Junkanoo é muitas vezes comparado a um Carnaval ou Mardi Gras, mas esta é uma celebração autêntica das Bahamas. É um festival no qual os moradores se vestem com trajes bonitos, coloridos e feitos por eles mesmos, e enchem as ruas de Nassau com danças e ritmos animados das Ilhas das Bahamas. O desfile termina com uma competição em Bay Street, onde os jurados dão prêmios aos vencedores em três categorias principais: melhor música, melhor figurino e melhor apresentação geral do grupo.

As Ilhas das Bahamas celebram este festival colorido de música, comida e arte tradicional do país em 26 de dezembro e no Ano Novo. Festivais menores são realizados durante o ano em ocasiões especiais.

Os trajes de Junkanoo são feitos de papelão, barras de alumínio, papel crepom, arame, lantejoulas e cola e representam qualquer coisa, desde dragões e morcegos até a rainha Elizabeth. Algumas das fatasias podem ter uma altura de 4 a 6 metros, com um peso de 86 a 180 quilos. As regras do festival exigem que roupas de chumbo não sejam construídos sobre rodas e que apenas uma pessoa de cada vez possa levantá-las. A pessoa que veste o traje também deve dançar com ele!

Este desfile rítmico demonstra a influência dos africanos ocidentais que chegaram às ilhas durante o século XVIII. A origem exata do nome não é clara, mas pode ser derivada de John Connu ou John Canoe, um príncipe africano e comerciante, ou talvez seja francês, pois sua origem é desconhecida. Junkanoo começou com os escravos, que receberam três dias de liberdade no Natal, vestiram fantasias e máscaras, e foram de casa em casa para visitar e celebrar. Embora a tradição tenha desaparecido nos países caribenhos após a abolição da escravatura em 1833, as Ilhas das Bahamas continuam a honrar essa herança afro-bahamense.

Grupos Junkanoo contemporâneos, como Valley Boys, One Family e Roots, participam de um desfile anual organizado pelas ruas de Nassau celebrando esse legado cultural e competindo pela distinção de melhores trajes, melhor música, etc.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA