O glamour do primeiro dia de desfiles do Paris Fashion Week deu um spoiler do que podemos esperar para a Primavera/Verão 2021. A poesia e feminilidade foram destaques nas passarelas das grifes Ralph & Russo, Dior e Schiaparelli nesta segunda-feira (21). As peças exuberantes esbanjaram leveza, romantismo e maximalismo, mostrando a importância da alta-costura para a moda atual. Nós, do Purepeople, destacamos as principais tendências dos 3 desfiles para te inspirar!

1 – PLUMA
A feminilidade é uma tendência muito forte nas coleções de Primavera/Verão da alta-costura de Paris. Como parte desta vibe, as plumas se destaram nas passarelas. O detalhe apareceu tanto em detalhes nas mangas como também em pontos estratégicos do corpo, como nas saias. Além de chamar atenção do visual, as plumas garantem a leveza e fluidez que a moda da temporada exige.

2 – FLORAL VIBRANTE
Não existe Primavera/Verão sem o floral, certo? E é claro que a alta-costura não deixou esta estampa de fora. Dessa vez, o desenho aparece em formatos mais abstratos, semelhando uma pintura, sabe? Além disso, os tons bem vibrantes e coloridos dão mais atitude.

3 – VOLUME ELEVADO AO MÁXIMO
Estamos na era da manga bufante – e amamos! A tendência dominou o street style das brasileiras e ganhou o coração das fashionistas. O volume destaca a produção e garante o estilo da moda. Na próxima temporada, a ideia é abrir o leque de opções. Vai muito além da manga. O ar bufante, dessa vez, pode aparecer tanto na gola da roupa como na lateral do vestido ou, até mesmo, em um casaco. Se joga nesse volume!

4 – FLUIDEZ
A fluidez das roupas não ficou apenas na fashion runway da maison Dior. A tendência também fez parte dos desfiles de outras grifes de luxo e mostrou para que veio. Tecidos mais soltinhos dão um caráter mais leve e natural ao visual. Foque em saias e vestidos nesta pegada!

5 – ACESSÓRIO MAXIMALISTA INSPIRADO NA NATUREZA
Os acessórios também ganharam os holofotes da moda parisiense. O dourado brilhou ao compor os looks das modelos. Muito mais do que um detalhe, as joias se destacaram pela pegada maximalista. Tanto em colares como em pulseiras e brincos, os acessórios imitavam desenhos da natureza como folhas, flores e plantas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA