Cultivado há mais de quatro mil anos na China, o arroz preto tem alto valor nutricional e é rico em benefícios à saúde. Se antes era conhecido como “arroz proibido”, pois, por ser raro e saboroso, só podia ser consumido pelo Imperador Chinês e sua família, hoje ele pode ser encontrado nas prateleiras dos supermercados, oferecendo suas nobres características a todos os consumidores. Conheça abaixo cinco motivos para incluir esse exótico grão no cardápio do dia a dia.

1. Rico em fibras e proteínas
O arroz preto é uma excelente fonte de proteínas e fibras. Cada porção do grão oferece 20% a mais de proteínas e 30% a mais de fibras do que o arroz branco.

2. Amigo da balança
169 kcal é o que contém uma porção de 50g de arroz preto, quantidade inferior ao arroz branco, com 177 kcal, e ao integral, com 180 kcal. Além de menos calórico, o grão, por ser rico em fibras, ajuda a prolongar a sensação de saciedade e a regular o funcionamento do intestino, fatores que podem ser aliados de quem deseja emagrecer.

3. Possui propriedades antioxidantes
Comparado com outras variedades do grão, o arroz preto é o que tem o mais alto nível de antioxidantes, com perfil equiparado ao de frutas como famosas por essa propriedade, como cranberries e framboesa. O grão é rico em antocianina, que ajuda na prevenção de diversos tipos de câncer, inflamações e doenças do coração.

4. Fonte de minerais
Com alto teor de ferro, o arroz preto é uma boa opção para o cardápio de quem segue dieta vegetariana. Esse tipo de arroz também é rico em magnésio, mineral que auxilia na fixação do cálcio nos ossos.

5. Afrodisíaco!
Lendas chinesas atribuem o título de “arroz proibido” ao poder afrodisíaco do grão. Mito ou verdade, o fato é que o arroz preto é uma excelente combinação para preparações com frutos do mar, que são famosos por esse efeito. O grão, que tem sabor acastanhado, também vai bem com carnes mais robustas, como cordeiro e porco.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA